Newsletter Semanal do Sistema FIESC  |  nº 229  |  17.08 até 24.08.2011  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
Na posse, Côrte defende gestão focada na competitividade


Glauco José Côrte toma posse como novo presidente do Sistema Fiesc (Foto: Fernando Willadino/FIESC)
Na cerimônia de posse, na noite de sexta-feira (12), o novo presidente do Sistema FIESC, Glauco José Côrte, anunciou a criação do Fórum da Industria Catarinense, órgão colegiado que terá a participação de empresários das principais cadeias produtivas, com o objetivo de apoiar a formulação de estratégias voltadas à indústria. A solenidade de posse, em Florianópolis, teve a participação de presidentes de dez federações de indústrias, do governador Raimundo Colombo, da ministra de relações institucionais, Ideli Salvatti, deputados federais e estaduais, além dos três senadores do estado.

Côrte, que assume o Sistema FIESC numa conjuntura em que a economia internacional passa por um momento crítico, afirmou que a principal bandeira do programa de gestão será a competitividade da indústria. "É claro que isso preocupa. Mas não nos atemoriza. Reforça a nossa determinação de tudo fazer e, ainda mais, para reverter o quadro desfavorável que se forma para as indústrias catarinenses, particularmente em relação à sua competitividade, representada pela capacidade de igualar ou superar os concorrentes", disse. Nesse sentido destacou a importância do engajamento dos sindicatos de indústrias e dos vice-presidentes regionais e diretores, que representam a FIESC em todo o estado.

O empresário citou o estudo Competitividade Brasil 2010, da CNI, que compara as condições de competitividade de 13 países com as brasileiras e revela que, em todos os fatores que afetam diretamente a competitividade das empresas, o Brasil se situa no terço inferior do ordenamento dos países selecionados, os quais, por suas características econômico-sociais ou por seu posicionamento no mercado internacional constituem um referencial para avaliação do potencial competitivo das empresas brasileiras. Esses países são África do Sul, Argentina, Austrália, Canadá, Chile, China, Colômbia, Coréia, Espanha, Índia, México, Polônia e Rússia. "É por essa razão que inscrevemos a competitividade internacional da indústria catarinense no frontispício de nosso programa de gestão para o próximo triênio", afirmou.

Focado na competitividade, o presidente eleito assumiu o compromisso de orientar o trabalho das entidades do Sistema na melhoria da educação, duplicando o número de matrículas do ensino profissionalizante e, com apoio da indústria, até triplicando o número no programa de educação de jovens e adultos. Também destacou a implantação de centros de referência e centros de tecnologia de alta performance para atuar  nos principais segmentos industriais como indutor tecnológico.

Veja aqui todas as notícias

Encontro nacional debate metrologia em Florianópolis

SESI/SC é uma das 100 melhores empresas para trabalhar no país

Encontro estadual debate estágio e empregabilidade

Na posse, Côrte defende gestão focada na competitividade

Indústria do Sul mobiliza parlamentares pela logística

SESI/SC abre a décima primeira biblioteca para industriários

Kits pedagógicos ajudam no aprendizado de física e cálculo

Sistema FIESC investe mais de R$ 325 milhões entre 2005 e 2011

Autoridades reafirmam importância da indústria contra a crise

Corrêa defende o associativismo contra a desindustrialização

SENAI realiza palestras e apresenta projetos na Fersul 2011

Exportação de SC acumula alta de 19,2% até julho

Enebras leva soluções de geração de energia à Powergrid Brasil

Mercado americano é tema de seminário na FIESC

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais

FIESC

SENAI

SESI

IEL

Prêmio FIESC de Jornalismo

E-Social





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun