Newsletter Semanal do Sistema FIESC  |  nº 257  |  21.03 até 28.03.2012  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
SENAI encontra soluções ambientais e industriais
Pesquisas aplicadas realizadas pelo SENAI de Santa Catarina apresentam soluções que podem ajudam a elevar a competitividade da indústria e contribuir para o desenvolvimento sustentável. Dois dos trabalhos em andamento atualmente nas unidades de Joinville, Blumenau e Jaraguá do Sul estão alinhados a essas duas estratégias.

Telas - Com alta concentração de chumbo, as telas dos antigos monitores de vídeo de microcomputadores representam alto risco de se tornar mais um produto poluente na natureza. A pesquisa do SENAI para a empresa Reciclatrônic, de Araquari, no entanto, resolve não apenas o problema da destinação daquele cristal, como também vai contribuir para o aproveitamento da iluminação solar em edificações. O trabalho, que está sendo desenvolvido pelas unidades do SENAI de Joinville e Blumenau, propõe a fundição das telas e sua transformação em tijolos de vidro, que podem compor paredes de galpões industriais, por exemplo, permitindo maior iluminação do ambiente.

A pesquisa foi aprovada no edital Pró-pesquisa 2011 e está em andamento há dez meses. Já em fase final, o trabalho identificou os parâmetros de fundição e propôs a confecção de um tijolo com resistência mecânica suficiente para a nova função. A solicitação da pesquisa partiu da empresa, que desmancha equipamentos eletrônicos e percebeu que ainda não existe uma destinação adequada para essas telas. A Reciclatrônic tem um volume mensal de aproximadamente 15 toneladas de tela de monitores para descartar.

Balanças sincronizadas - Técnicos do SENAI em Jaraguá do Sul desenvolvem um sistema sincronizado de balanças digitais, que atende a necessidade da Dosetec Indústria Eletrônica. "Estamos incorporando aos nossos produtos o conhecimento e a expertise técnica do SENAI", salienta Danilo Campigoto, um dos diretores da empresa. "Seria muito oneroso para a empresa implantar um centro de pesquisa próprio", acrescenta.

"Foram dez meses de pesquisa, na qual desenvolvemos toda a tecnologia necessária em nosso laboratório", comenta o pesquisador do SENAI Paulo Pereira, responsável pelo projeto, que é protegido por cláusula de sigilo. "O trabalho está em fase de finalização e inclui a criação de um software, que irá gerenciar seu funcionamento, para posterior transferência da tecnologia ao cliente", afirma Michael Eberle Siemeintcoski, diretor adjunto do SENAI em Jaraguá do Sul.

Veja aqui todas as notícias

Setores privado e público cobram início da obra do contorno

Empresas do Oeste e do Vale se preparam para exportar

Empresas melhoram desempenho a partir de consultorias do SENAI

SESI implementa serviço de alimentação na Coan

FIESC lança missão à China

Projetos ampliam capacidade inovadora de Santa Catarina

Missão empresarial da FIESC embarca ao Panamá

SESI dissemina Objetivos do Milênio na indústria de SC

Gestão profissional é alternativa para aeroporto de Chapecó

SENAI encontra soluções ambientais e industriais

Em oito anos, Porto de Imbituba investe R$ 500 milhões

Cadeia têxtil e do vestuário do Sul reúne-se em fórum do setor

Empresas podem inscrever cases para conferência da Anpei

Panificadores de SC buscam referências para o setor no Chile

FIESC promove palestra sobre comunicação digital

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais

FIESC

SENAI

SESI

IEL

Prêmio FIESC de Jornalismo

E-Social





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun