Newsletter Semanal do Sistema FIESC  |  nº 267  |  30.05 até 06.06.2012  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
País precisa de mais reformas estruturais, diz Côrte


Encontro foi realizado nesta segunda-feira (28), em Brusque (Foto: Dâmi Radin)
Durante palestra na Associação Empresarial de Brusque (ACIBr), o presidente do Sistema FIESC, Glauco José Côrte, afirmou que o recente corte nos juros foi uma medida estrutural importante  que vai favorecer o desempenho das atividades industriais, no entanto, ele defende mais medidas estruturais que afetem a economia horizontalmente, isto é, todos os setores econômicos. O encontro foi realizado nesta segunda-feira, dia 28.

"As medidas que o governo tem tomado são boas, favorecem a economia, mas são pontuais e conjunturais. Precisamos de medidas estruturais como a reforma tributária e a trabalhista. Precisamos de uma reforma que favoreça e incentive os investimentos. Essas medidas terão condições de dar sustentabilidade ao nosso crescimento nos próximos anos", salientou ele, destacando que o governo tem privilegiado mais o incentivo ao consumo do que a produção e o investimento.

Côrte destacou ainda que a alta carga tributaria é crônica e é uma das razões das dificuldades de competitividade da indústria brasileira e catarinense. "Nossos concorrentes não têm o mesmo nível de carga tributária que tem no Brasil. Entre os países do mesmo nível de desenvolvimento somos campeões na aplicação de tributos e impostos o que dificulta muito a competitividade das indústrias", disse.

Nos últimos cinco anos, o País iniciou um processo de queda de participação do setor industrial no Produto Interno Bruto (PIB) o que indica que se medidas estruturais não forem tomadas o Brasil se encaminha para um processo precoce de desindustrialização. "O governo brasileiro tem que tomar medidas de ordem estrutural a fim de recompor as condições de competitividade da indústria no País", resaltou o presidente da FIESC.

Durante o encontro, Côrte entregou ao presidente da ACIBr, Edemar Fischer, estudo realizado pela Federação com sugestões de melhoria e aumento da capacidade de tráfego da rodovia SC-486, que liga Brusque a BR-101 em Itajaí. "Nosso estudo mostra que com determinado nível de investimento teríamos condições de dar mais fluxo à rodovia e também ter uma redução significativa dos acidentes. Vamos iniciar um processo de discussão técnica com a ACIBr e com o governo do Estado", disse Côrte. 

As instalações industriais implementadas ao longo da rodovia, como o porto seco e o polo petrolífero, tem exigido melhorias urgentes no sentido de aumentar a capacidade de tráfego para diminuir os custos operacionais dos veículos, conservar as cargas, além de reduzir o número de acidentes. A rodovia tem um volume médio diário de 10,5 mil veículos. Estatísticas da Polícia Militar Rodoviária mostram que em 2011 foi registrado em média um acidente a cada dois dias.

A população urbana tem aumentado ao longo da SC-486, que foi implantada e pavimentada em 1972. Com isso, há necessidade de implementação de travessias urbanas e de melhorar os trevos de acesso a diversas localidades. 

Veja aqui todas as notícias

SC conquista mais quatro troféus no prêmio SENAI Inovação

FIESC debate Código de Defesa do Contribuinte no Senado

Sistema FIESC lança plano de sustentabilidade

Jogos Nacionais do Trabalhador contarão com 73 catarinenses

Prêmio Catarinense de Estágio 2012 tem inscrições abertas

País precisa de mais reformas estruturais, diz Côrte

SESI abre inscrições para o prêmio de qualidade no trabalho

Trabalhadores percorrem 76,5 mil km em desafio do SESI

SENAI apresenta cases no Fórum Mundial de Educação

Pequenas e médias de SC exportam o dobro do Brasil

FIESC inaugura Associação dos Sindicatos em Lages

FIESC recebe delegação italiana

Workshop internacional discutirá energias renováveis

25 de maio: dia da indústria e do respeito ao contribuinte

Cerâmica vermelha busca tecnologia e produção sustentável

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais

FIESC

SENAI

SESI

IEL

Prêmio FIESC de Jornalismo

E-Social





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun