Newsletter Semanal do Sistema FIESC  |  nº 270  |  20.06 até 27.06.2012  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
Câmara da Agroindústria defende infraestrutura


Primeira reunião da Câmara teve a participação de representantes de diversas empresas do setor (Foto: Dâmi Radin)

Na primeira reunião da Câmara de Desenvolvimento da Agroindústria da Federação das Indústrias (FIESC), realizada na quinta-feira (14), em Florianópolis, o setor definiu como prioridade a mobilização por melhores condições de infraestrutura para transportar os produtos e para receber os insumos. "Nossa batalha é pela construção de uma ferrovia para que os insumos venham com frete mais barato", defendeu o presidente da Câmara, o industrial Mário Lanznaster, para quem a falta de infraestrutura pode inviabilizar a agroindústria catarinense.

Lanznaster também chamou a atenção para a situação da BR-282, que faz os produtos do Oeste chegarem aos Portos do Estado. "A principal bandeira será a defesa da infraestrutura para manter as empresas aqui. A BR-282 está intransitável, é uma carnificina. O movimento na rodovia aumentou dez vezes e a capacidade continua a mesma. Isso faz com que as empresas realmente comecem a repensar", disse.

Até há poucos anos, as empresas do Oeste compravam o milho no Paraná, mas o Estado vizinho já se tornou o maior produtor de frangos do Brasil e consome todo o insumo produzido. Então, as agroindústrias catarinenses precisam comprar o insumo do Mato Grosso e do Paraguai, explica o presidente da Câmara. "Hoje, em Sorriso (MT), o milho está R$ 13 a saca. No entanto, o produto chega ao Oeste a R$24, ou seja, a matéria-prima praticamente dobra de valor só por causa do frente. A alimentação de frangos e suínos, composta por milho e farelo de soja, representa 70% do custo de produção", informou. "Isso é muito caro. É inconcebível. Ou as empresas se instalam onde têm os insumos ou elas fecham", acrescentou.

O industrial, que também preside a Aurora Alimentos, afirmou que a criação da Câmara é importante em função do peso segmento na indústria catarinense. "Existem desafios a serem vencidos. Se não prestarmos atenção agora, vamos pagar caro por isso no futuro", afirmou.

No encontro, que teve a presença do secretário de Infraestrutura, Valdir Cobalchini, o diretor de relações industriais e institucionais da FIESC, Henry Quaresma, afirmou que em breve as Federações de Indústria do Sul vão apresentar o Projeto Sul Competitivo, o maior estudo
até hoje realizado sobre modais logísticos na região. "O trabalho vai surpreender. Vai desmistificar muitas questões e ser um balizador para os governos federal e estaduais", salientou Quaresma.

Na reunião, o economista e professor da UFSC, Sílvio Cário, apresentou os principais gargalos e o que é preciso fazer para aumentar a competitividade do setor. 

No encontro também estiveram presentes representantes do Grupo Marfrig, BR Foods, Frigorífico Pamplona, Sindicarnes e a Associação Catarinense de Avicultura.

Veja aqui todas as notícias

Câmara da Agroindústria defende infraestrutura

Catarinenses buscam índice para Olimpíada do Conhecimento

Parlamentares participam da reunião de diretoria da FIESC

Competição na Espanha conta com crianças de SC

» FIESC participa da Rio+20

» Sul-coreanos participam de encontro de negócios na FIESC

» IEL tem inscrições abertas para cursos EAD

» Projeto para a Ponte Hercílio Luz é apresentado na FIESC

» SENAI inicia curso de qualificação para detentos

» SENAI/SC atende unidades da Klabin em seis Estados

» Empresário deve estar atento ao pragmatismo chinês

» Mundial do trabalhador na Itália terá 5 atletas de SC

» Sistema FIESC e ACIF firmam convênio

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais

FIESC

SENAI

SESI

IEL

Prêmio FIESC de Jornalismo

E-Social





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun