Newsletter Semanal do Sistema FIESC  |  nº 270  |  20.06 até 27.06.2012  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
» FIESC participa da Rio+20


Presidente da FIESC, Glauco José Côrte, com Izabella Teixeira, ministra do Meio Ambiente e senador Luiz Henrique da Silveira (Foto: Miguel Angelo Pinheiro)

O presidente do Sistema FIESC, Glauco José Côrte, participou na quinta-feira, dia 14, do Encontro da Indústria para a Sustentabilidade, no Rio de Janeiro. No evento, a CNI apresentou documento inédito, mostrando que a indústria brasileira reduziu consideravelmente o impacto de sua atividade no meio ambiente nos últimos 20 anos.

O documento, entregue pelo presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, à ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, mostra que 97,6% das embalagens de alumínio são recicladas no país, uma dos mais altos do mundo. O documento também revela que a celulose e o papel produzidos no Brasil provêm integralmente de florestas plantadas, enquanto a indústria química reduziu em 47% suas emissões de CO2 em dez anos. A geladeira fabricada atualmente no país consome 60% menos energia do que há uma década e cada automóvel usa 30% menos água no processo de produção. A sardinha enlatada brasileira é certificada internacionalmente em critérios da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura) para preservação da biodiversidade marinha.

Robson Braga de Andrade afirmou ainda que a preocupação da indústria brasileira com a preservação ambiental, comprovada no documento divulgado no Encontro da Indústria para Sustentabilidade, não é prática de marketing. "As indústrias brasileiras não tratam da sustentabilidade como uma manifestação de boas intenções. Cada vez mais, incorporam seus
princípios nos planos de negócios. Hoje, sustentabilidade e a necessidade de aumento da competitividade andam de mãos dadas", assinalou.

A ministra do Meio Ambiente destacou como fundamental a atuação da indústria na agenda da sustentabilidade. "Estamos saindo do idealismo para o pragmatismo. Esse é o desafio político. Estamos numa nova fase de diálogo entre indústria, governo e sociedade. Para a perfeita inclusão
da indústria na agenda da sustentabilidade, teremos de ser criativos, não só com as grandes corporações, como também com as pequenas e médias empresas", frisou Izabella Teixeira.

No País, o Sistema FIESC foi pioneiro entre as Federações de Indústria ao lançar, no dia 1º de junho, o Plano de Sustentabilidade da Indústria Catarinense, que prevê mais de 60 ações concretas.

Veja aqui todas as notícias

Câmara da Agroindústria defende infraestrutura

Catarinenses buscam índice para Olimpíada do Conhecimento

Parlamentares participam da reunião de diretoria da FIESC

Competição na Espanha conta com crianças de SC

» FIESC participa da Rio+20

» Sul-coreanos participam de encontro de negócios na FIESC

» IEL tem inscrições abertas para cursos EAD

» Projeto para a Ponte Hercílio Luz é apresentado na FIESC

» SENAI inicia curso de qualificação para detentos

» SENAI/SC atende unidades da Klabin em seis Estados

» Empresário deve estar atento ao pragmatismo chinês

» Mundial do trabalhador na Itália terá 5 atletas de SC

» Sistema FIESC e ACIF firmam convênio

Veja aqui - Todas as notícias

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais

FIESC

SENAI

SESI

IEL

Prêmio FIESC de Jornalismo

E-Social





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun