Newsletter do SENAI/SC - empresas e instituições  |  nº 5  |  maio-junho de 2012  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
Projeto promove a inserção de deficientes no mercado de trabalho


Taiana descobriu nos cursos uma nova opção de carreira (foto: Izabelle Balbinotti)
A parceria entre diversas empresas da região de Joinville e o SENAI, entidade do Sistema FIESC, tem ajudado a promover a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Cerca de 70 estudantes, com idade entre 18 e 45 anos estão participando de turmas de cursos técnicos do Programa de Desenvolvimento Profissional para Pessoas com Deficiências, que foi apresentado como case de sucesso no Fórum Mundial de Educação Profissional, realizado em Florianópolis no começo de junho.

O projeto teve início em 2009, com um curso de qualificação voltado para pessoas com deficiência, oferecido pela empresa ArcelorMittal Vega em parceria com o SENAI em Joinville. Hoje, seis indústrias dos setores de plástico, metalurgia, mecânica, além de institutos e fundações, apoiam o projeto.

Álvaro Ribeiro, gerente-geral da ArcelorMittal Vega em São Francisco do Sul, ressalta que o projeto tem gerado uma oportunidade de carreira para os alunos participantes, além de ampliar a ofertas de profissionais com os quesitos necessários. "Nós percebemos a dificuldade de encontrar pessoas com deficiência capacitadas e que estejam no mercado. Então optamos pela parceria com o SENAI para qualificar profissionalmente essas pessoas, para que elas possam evolir, em vez de simplesmente definir um local em que ela possa trabalha, mas que não tenha qualificação", explica.

Segundo o gerente, 10 alunos que fizeram o curso técnico já estão estagiando na empresa e outros estão em outras indústrias. E com a adesão de novas empresas no projeto, a tendência é que os alunos participantes aumentem ainda mais as chances de conseguir entrar para o mercado de trabalho.

Os cursos têm ajudado pessoas como Taiana Silva Vitorino, de 19 anos, que faz o curso técnico em Eletromecânica e já conseguiu um estágio na ArcelorMittal Vega. "Nunca pensei em trabalhar nessa área. Mas posso dizer que um curso que apareceu por acaso mudou minha vida profissional e pessoal, e acredito que ela vai ficar cada vez melhor", avalia a jovem, que não se considera uma pessoa com deficiência e sim uma "pessoa com limitação".

Para realização dos cursos, o SENAI analisou para quais vagas as empresas precisam de profissionais e as funções que pessoas deficiência poderiam exercer. Além disso, os conteúdos e os professores da instituição foram aprimorados para atender melhor a esse público. "O processo de inclusão também envolve entender as dificuldades das pessoas com deficiência . E por isso contamos com organizações como o SESI (Serviço Social da Indústria) e a AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente), que apoiam na capacitação dos docentes, na adequação do processo didático-pedagógico e no encaminhamento dos estudantes ao mercado de trabalho", explica o diretor-adjunto da unidade do SENAI em Joinville, Raphael da Silveira Geremias, que apresentou o projeto no Fórum Mundial de Educação Profissional.

Veja aqui todas as notícias

Brusque inaugura ampliação e revitalização

MIT e Fraunhofer vão apoiar institutos de inovação de SC

Projeto promove a inserção de deficientes no mercado de trabalho

Prêmio reconhece boas práticas na contratação de aprendizes

» Indústrias moveleiras buscam a certificação de berços

» Programa incentiva aprimoramento na área ambiental

» Empresas apontam demandas de aprendizes em SC

» Conheça as ideias selecionadas para a pré-incubadora do SENAI/SC

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais

FIESC

SENAI

SESI

IEL

E-Social





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun