Newsletter Semanal da FIESC  |  nº 330  |  04.09 até 11.09.2013  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
» Inovação depende de investimento na educação


Debate foi promovido pela Associação Empresarial de Jaraguá do Sul
Somente com investimento na educação dos trabalhadores será possível obter avanços significativos na inovação, questão determinante para a competitividade. Foi o que defendeu o presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), Glauco José Côrte, na noite desta segunda-feira (2), durante debate em Jaraguá do Sul. "É a única forma de transformar o Brasil e dar sustentação a essa transformação", disse durante encontro realizado na Associação Empresarial de Jaraguá do Sul (ACIJS).

Côrte destacou as ações do Movimento a Indústria pela Educação, liderado pela FIESC, que está chegando a mil adesões de empresas, que se comprometem com o investimento na qualificação dos trabalhadores. "A indústria tem ajudado. Temos cases muito interessantes de companhias que estão pagando a passagem dos trabalhadores para assistir as aulas, liberando tempo da jornada de trabalho para os estudos, adotando políticas de remuneração variável como forma de estímulo, enfim, premiando o trabalhador que se dispõe a estudar", exemplificou durante o painel, que também contou com a participação do empresário Décio da Silva e do presidente da Federação do Comércio, Bruno Breithaupt, e foi mediado por Fábio Ribeiro, autor do blog Brasil no Mundo, da revista Exame.

Côrte lembrou que em momentos como o atual, com baixa taxa de desemprego, o esforço necessário para trazer alunos para as salas de aula é maior. "Por isso o apoio das indústrias é fundamental. As empresas precisam nos ajudar a construir um projeto de capacitação e estimular seu pessoal a participar dos cursos, que estamos oferecendo de manhã, à tarde e à noite", disse. "O que se aloca para educação é investimento no conhecimento", resumiu.

No encontro, Silva chamou atenção para a necessidade de aproximar indústria e academia, buscando ampliar o desenvolvimento de pesquisa aplicada, para evitar o que classificou de desperdício de conhecimento. Breithaupt citou como exemplo a Coreia. "Eles focaram a educação básica. O resto vem atrás", afirmou, acrescentando que em função disso hoje o país tem ícones industriais que são exemplos para o mundo.

Veja aqui todas as notícias

Contorno da BR-101 depende agora das audiências públicas

FIESC, AMC e TJ-SC firmam convênio para capacitação de jovens

FIESC apresenta propostas ao estatuto da micro e pequena

Torneio é vitrine da educação profissional para a indústria

» Reunião debaterá impactos da Tarifa Externa Comum

» Inovação depende de investimento na educação

» Opinião: Qualidade de vida e resgate à cidadania

» IEL recebe homenagem da UFSC

» SESI/SC tem novo superintendente

» FIESC defende mais investimentos para a região Serrana

» SESI inaugura terceiro restaurante em Jaraguá do Sul

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais

FIESC

SENAI

SESI

IEL

Prêmio FIESC de Jornalismo

E-Social





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun