Newsletter Semanal da FIESC  |  nº 368  |  18.06 até 25.06.2014  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
FIESC pede a Dilma medidas para afetados pelas chuvas em SC
A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) encaminhou ofícios a autoridades federais e estaduais solicitando medidas que atendam indústrias e famílias vítimas de alagamentos e desmoronamentos provocados pelas chuvas em Santa Catarina, permitindo que as famílias e as empresas recomponham suas finanças, capital de giro e equipamentos atingidos. As solicitações foram enviadas na quinta-feira (12) à presidente Dilma Rousseff, aos ministros Guido Mantega (Fazenda), Manoel Dias (Trabalho e Emprego) e César Borges (Transportes), ao governador Raimundo Colombo e aos presidentes do BNDES, Luciano Coutinho, e da Celesc, Cleverson Siewert.

Nos documentos a entidade pede a prorrogação de prazos para o recolhimento de tributos (federais e o ICMS) e da fatura de energia elétrica (de trabalhadores e indústrias), para que as empresas possam recompor as finanças e capital de giro. Outros pedidos são pela liberação do FGTS aos trabalhadores, abertura de crédito do BNDES com prazos estendidos e encargos reduzidos e recuperação de rodovias e pontes danificadas, em especial nas BRs 116 e 470.

Pleitos da FIESC

Tributos estaduais e federais:Prorrogação do prazo de recolhimento dos Tributos Federais, a fim de que as empresas atingidas possam recompor o capital de giro e seus investimentos danificados.

FGTS:Liberação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço - FGTS aos trabalhadores vítimas das enchentes e dos desmoronamentos de terras, a fim de que possam recuperar seus bens, de modo a recompor com dignidade suas vidas.

Rodovias Federais: prioridade na tomada de medidas emergenciais visando à imediata recuperação das rodovias federais e pontes danificadas, como são os casos da BR-116 e BR-470, de forma a restabelecer a logística de distribuição, evitando assim, prejuízo para as empresas e para o país.

BNDES: abertura de crédito às empresas afetadas pelas enchentes e desmoronamentos, com prazos estendidos e encargos reduzidos, adequados à gravidade da situação, bem como a revisão dos contratos ativos, de forma a prorrogar o prazo total, que compreende carência e amortização.

Celesc: conceder prorrogação do prazo de pagamento da fatura de consumo de energia elétrica, das empresas e dos trabalhadores atingidos pelas chuvas, para que consigam recompor suas vidas e recuperar suas empresas.

Veja aqui todas as notícias

FIESC pede a Dilma medidas para afetados pelas chuvas em SC

Governo formaliza cessão de terreno para estruturas do SENAI

Prêmio D. Catarina atesta qualidade na inovação da indústria

Evento em Joinville debate uso das PPPs para infraestrutura

» Energia elétrica para indústria de SC é a mais cara do Sul

» Seminário esclarece procedimentos para comércio exterior

» Dez sindicatos filiados à FIESC receberão Mérito Sindical

Veja aqui - Todas as notícias

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais

FIESC

SENAI

SESI

IEL

Prêmio FIESC de Jornalismo

e-Social





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun