Newsletter Semanal da FIESC  |  nº 406  |  01.04 até 08.04.2015  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
Opinião da FIESC: Quem tem medo da terceirização?


Presidente da FIESC, Glauco José Côrte
O infindável debate sobre a terceirização, tema que tramita há 17 anos no Congresso Nacional, é exemplo de como o apego a uma legislação ultrapassada contribui para a redução de oportunidades de desenvolvimento. Embora a terceirização seja generalizada no mundo inteiro, inclusive no Brasil, a falta de legislação específica provoca insegurança jurídica para empresas e para um universo de 12 milhões de trabalhadores, que já se encontram nessa situação.

A suposta preocupação quanto à garantia de direitos trabalhistas emperra as discussões, embora o substitutivo ao Projeto de Lei 4.330/2004, proposto pelo deputado relator Arthur Maia, contenha dispositivos que até superam a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Não leva a reduções de valores, salários ou direitos, mas propõe mecanismos como fiança, retenção de valores contratuais e responsabilidade da empresa contratante em relação à garantia dos direitos dos trabalhadores. Como afirma o professor José Pastore (O Estado de S. Paulo - 24/3/2015), a combinação de tecnologia com terceirização alavancou a competitividade das empresas, reduziu o preço dos bens e serviços para os consumidores e gerou muitos empregos para os trabalhadores.

A formalização das regras não significa a precarização do emprego. Ao contrário, pode até permitir que os serviços especializados sejam melhor remunerados. Como defende a CNI, a FIESC e a totalidade das federações industriais, a aprovação do projeto contribuirá para a estabilidade macroeconômica e estimulará a produtividade. A votação do projeto, programada para a próxima semana, representa uma nova oportunidade para o País, pois segurança jurídica e institucional reduz riscos em investimentos, aumenta a competitividade e promove a criação de mais e melhores empregos.

Veja aqui todas as notícias

FIESC apresenta rotas de crescimento em Chapecó

Opinião da FIESC: Quem tem medo da terceirização?

Ecker afirma que há 120 obras de infraestrutura em andamento

Agenda Legislativa será apresentada nesta quarta-feira

» Encontro de secretários-executivos será nos dias 13 e 14

» Vendas da indústria de SC caem 11,6% no primeiro bimestre

» Ajuste fiscal não deve asfixiar setor produtivo, diz CNI

» Missão aos EUA foca setor de alimentos

» FIESC lança diretriz para estimular inclusão

» "Inovação não é apenas um novo produto no mercado"

» Controle da vespa da madeira beneficia exportador

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais

FIESC

SENAI

SESI

IEL

Prêmio FIESC de Jornalismo

E-Social





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun