Newsletter Semanal da FIESC  |  nº 471  |  20.07 até 27.07.2016  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
FIESC lança Câmara da Micro e Pequena Indústria


Mais de 60 lideranças e empresários participaram do lançamento da Câmara realizado na FIESC (Foto: Filipe Scotti)
A representatividade da micro e pequena indústria catarinense ganhou reforço desde o dia 13 com a implantação da Câmara de Desenvolvimento da Micro e Pequena Indústria, da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC). A implantação do grupo de trabalho visa a fortalecer as empresas que, em Santa Catarina, respondem por 97,1% do setor industrial. Mais de 40 empresários participaram do lançamento da Câmara, realizado em Florianópolis.

De acordo com o presidente da FIESC, Glauco José Côrte, a Câmara tem como principal desafio retribuir a contribuição dessas empresas para a cadeia produtiva das indústrias. "Vamos propor medidas concretas que possam auxiliar no desenvolvimento da micro e pequena, ampliando o desempenho e a rentabilidade delas por meio da facilitação dos negócios e do estímulo à produtividade", salienta Côrte. "Temos convencimento da importância do desenvolvimento da micro e pequena para o Estado e para o País", acrescenta.

Santa Catarina lidera o ranking de geração de empregos no Brasil com 8,5 mil postos de trabalho criados até maio de 2016, dos quais 4,9 mil foram gerados pela micro e pequena indústria, de acordo com dados do Ministério do Trabalho. Pelo menos 24% dos trabalhadores dessas empresas são jovens de até 24 anos. As micro e pequenas empresas respondem por 35,1% do PIB do Estado. A maior parte delas está concentrada no segmento têxtil e confecção (23%) e na construção civil (22%).

A Câmara será presidida pelo vice-presidente regional da FIESC e empresário de Jaraguá do Sul, Célio Bayer. Entre os desafios que serão enfrentados pelo grupo de trabalho, ele destaca o aumento da produtividade, a melhoria da infraestrutura, o acesso a financiamentos, a qualificação de capital humano, inovação e normas e burocracia. "Vamos atuar ainda na melhoria do tempo médio para abertura de empresas no Brasil, que hoje é de 87 dias", acrescenta.

O secretário de desenvolvimento econômico sustentável, Carlos Chiodini, apresentou as políticas de fomento às micro e pequenas empresas. "Já desenvolvemos alguns programas de estímulo ao micro empreendedor como o SC Bem + Simples, que tem como foco facilitar abertura e fechamento de empresas, além de aperfeiçoar o processo de registro mercantil, e o Juro Zero, que já subsidiou R$ 146 milhões para o financiamento de 51,6 mil operações", destacou. Além de Chiodini, o deputado estadual Vicente Caropreso também acompanhou o lançamento da Câmara, que realizará a próxima reunião em setembro no município de Jaraguá do Sul.

Veja aqui todas as notícias

Agenda Legislativa da Indústria é apresentada a deputados de SC

Em Blumenau, SESI entrega pista de atletismo

FIESC lança Câmara da Micro e Pequena Indústria

Confiança do industrial alcança o maior valor desde 2014

» Opinião: A importância da pequena indústria

» Entidades lançam campanha para incentivar adoções tardias

» Blumenau sedia diálogo entre indústria e imprensa

» FIESC e CNI promovem missão empresarial à Colômbia

» Abertas inscrições para prêmio de práticas sindicais

» Corrida do Bem reúne 460 trabalhadores em Tubarão

» Indústria & Cultura traz a Florianópolis espetáculo "1717"

Veja aqui - Todas as notícias

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais

FIESC

SENAI

SESI

IEL

Prêmio FIESC de Jornalismo

e-Social





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun