Newsletter Semanal da FIESC  |  nº 494  |  18.01 até 25.01.2017  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
» Nova taxa de juros é aceno para estimular consumo


Até novembro de 2016, indústria catarinense acumula queda de 4% na produção (foto: Plínio Bordin)
A redução de 0,75 ponto percentual nos juros básicos da economia, a taxa Selic, anunciada ontem pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central, é correta e reflete a desaceleração da inflação e a frustração das expectativas de recuperação da atividade econômica, avalia a indústria. Para a Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) e para a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a redução significativa dos juros, agora em 13% ao ano, é importante para dar início à recuperação das condições financeiras das empresas e das famílias e abrir caminho à reativação dos investimentos, do consumo, da produção e do emprego.

"Depois do excesso de conservadorismo na reunião anterior do Copom, é importante reconhecer que há um esforço para criar condições para a retomada da economia. O custo do capital, tanto para o giro, quanto para os investimentos, é um grande entrave hoje. Um ambiente com menos inflação, juros menores e com sinalização de que haverá efetivo avanço nas reformas estruturais, como a trabalhista e da previdência, é decisivo para a volta da confiança", avalia o presidente da FIESC, Glauco José Côrte.

Apesar da sinalização positiva com a queda da Selic, para a indústria, uma trajetória sólida de redução dos juros e a manutenção das taxas em patamares baixos no longo prazo dependem do avanço das medidas de ajuste fiscal. A emenda constitucional que estabelece limites para o crescimento dos gastos do governo deve ser complementada com outras ações, como a reforma da Previdência Social, que busquem o controle da dívida pública e a estabilização da economia.

Dados divulgados pelo IBGE no dia 11 mostram que em Santa Catarina a produção industrial acumula até novembro queda de 4% em relação a igual período de 2015. "O resultado estadual é melhor que a média nacional, que registrou queda de 7,1%, e melhor que a dos dois outros Estados do Sul, mas não é motivo para comemoração, pois estamos com desempenho negativo em relação a uma base que já é deprimida pela queda observada em 2015", diz Côrte.

Veja aqui todas as notícias

FIESC debate parcerias com município de Rio Negrinho

Grupo para rever permissionamento da pesca anima setor

Prazo para pagamento da contribuição sindical é 31 de janeiro

Opinião: A minirreforma trabalhista, por Glauco José Côrte

» Nova taxa de juros é aceno para estimular consumo

» Racionalização nas prefeituras é o caminho certo, diz FIESC

» Exportação catarinense cai menos que a média nacional

» Redução no preço do gás é notícia positiva, diz FIESC

» Proposta de reforma trabalhista traz importantes avanços

» Programa Novos Caminhos é apresentado ao CNJ

» Abertas inscrições da educação de jovens e adultos

Veja aqui - Todas as notícias

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais

FIESC

SENAI

SESI

IEL

Prêmio FIESC de Jornalismo

e-Social





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun