Newsletter Semanal da FIESC  |  nº 558  |  2.05 até 9.05.2018  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
Ao ministro da Cultura, FIESC destaca ações voltadas ao tema


"Programa da FIESC deveria ser modelo para o país", afirmou ministro sobre o PDIC. (Foto: Filipe Scotti)
A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) realizou na quinta-feira (26) um café da manhã com o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão. No encontro, a entidade apresentou ações como o projeto Fundo Social e a rota criativa do Programa de Desenvolvimento Industrial Catarinense (PDIC). O ministro participou ainda de seminário que visa esclarecer sobre as leis de incentivo à cultura.

"Queremos apresentar projetos desenvolvidos pela FIESC e por entidades parceiras, como é o caso do PDIC e do Fundo Social. Esperamos poder vislumbrar como trabalhar da melhor maneira possível, de forma racional, com os recursos que temos à disposição", disse o vice-presidente regional da FIESC, Tito Schmitt.

O diretor de relacionamento com o mercado da FIESC, Carlos Roberto de Farias, detalhou o projeto Fundo Social, conduzido pelo SESI. "Queríamos criar uma articulação em rede para incentivar o uso dos recursos que o governo federal dispõe, como as leis de incentivo", afirmou. "Precisamos trabalhar para que os recursos fiquem aqui. Em SC mais de 2 mil indústrias podem fazer uso de incentivo fiscal. Juntas, elas somam um potencial de mais de R$ 200 milhões que poderiam ficar em SC. Apenas um terço desse valor é utilizado", alertou o diretor. O projeto já funciona em Jaraguá do Sul e esta semana foi lançado em Joinville. Também há tratativas para iniciá-lo em Florianópolis e Chapecó.

Juliano Pacheco, analista do Observatório da Indústria, apresentou a rota da indústria criativa elaborada pela FIESC. "Construída com indústrias, governo e academia, a rota buscou compreender como funciona a cadeira produtiva. Ela se conecta com outros setores portadores de futuro. Nosso foco foi na questão audiovisual, que alavanca a indústria como um todo", explicou. "Percebemos dois pilares de oportunidade: a convergência digital e o melhor aproveitamento dos investimentos federais", acrescentou.

O ministro afirmou que o programa da FIESC deveria ser modelo para o País. "A ideia de construir um plano diretor para o desenvolvimento do Estado baseado no levantamento das vocações locais e no estudo das potencialidades, é algo que deveria ser feito em todos os Estados brasileiros, com esse mesmo nível de participação. Que bom que a economia criativa está contemplada", destacou Leitão. Ele ressaltou que este segmento responde por 2,64% do PIB brasileiro. "É uma participação maior do que o da indústria farmacêutica e de eletrônicos, por exemplo, que gera mais de um milhão de empregos diretos", afirmou.

O ministro chamou atenção para a baixa captação de recursos para projetos culturais em Santa Catarina. No ano passado, apenas R$ 34 milhões foram aportados em 218 projetos catarinenses. "Vocês têm uma oportunidade de trazer só no campo da cultura algo em torno de R$ 90 a R$ 100 milhões considerando as leis de incentivo à cultura e do audiovisual. Sabemos do potencial que existe em todos os estados de uso dos instrumentos de fomento. Esse trabalho precisa ser feito por lideranças locais. É o que vocês estão fazendo aqui", reforçou.

Revitalização do casarão Aéropostale - O presidente em exercício da FIESC, Michel Miguel, o vice-presidente regional Tito Schmitt, e a presidente da Associação e Memória da Aéropostale no Brasil (AMAB), Mônica Corrêa, entregaram ofício ao ministro solicitando o restauro e a revitalização do antigo casarão de pilotos da Aéropostale, no Campeche. O casarão é o único remanescente dos 11 implantados na costa brasileira pela companhia francesa de correio aéreo na década de 1920. A ideia é transformá-lo em memorial e centro cultural, apto a receber atividades culturais e pedagógicas.

Ainda em Florianópolis, o ministro participou de seminário sobre a lei de incentivo à cultura, que visa capacitar produtores culturais e artistas para a proposição de projetos.

Veja aqui todas as notícias

Opinião: O pão nosso de cada dia, por Glauco José Côrte

Neste domingo (6), SESI promove Corrida do Bem em Joinville

Ao ministro da Cultura, FIESC destaca ações voltadas ao tema

Jovens reúnem-se para traçar estratégias de engajamento juvenil

» Empresários de SC visitam feira em Hannover

» Jovens participam da 1ª aula do Novos Caminhos

» FIESC aborda Programa Operador Econômico Autorizado

Veja aqui - Todas as notícias

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais

FIESC

SENAI

SESI

IEL

Prêmio FIESC de Jornalismo

e-Social





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun