Newsletter Indústria em Ação  |  nº 05  |  03.07 a 16.07  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
» Câmara da Agroindústria da FIESC debate sanidade animal


Aguiar destacou a importância da agroindústria na economia catarinense. Foto: Filipe Scotti
A professora da USP, da área de epidemiologia das doenças infecciosas, Masaio Mizuno Ishizuka defendeu que o país tenha planos de contingência para casos de ocorrência de doenças infecciosas em rebanhos. "Não existe risco zero; as doenças não respeitam limites de fronteiras", disse a especialista, em palestra na reunião da Câmara de Desenvolvimento da Agroindústria da FIESC, na quinta-feira (27).

Para a docente, programas de controle epidemiológico bem elaborados são fundamentais para a sanidade animal. No entanto, Masaio Mizuno Ishizuka reforçou que tais planos não devem se limitar ao impedimento da entrada de vírus. Por isso, o setor da pecuária precisa ter planos de contingência para o caso de ocorrência de alguma doença. Ela comentou que nem mesmo a estratégia dinamarquesa de fechar as fronteiras com cercas de aço inoxidável, para impedir a entrada de javalis, impedirá por completo a possibilidade de contágio do rebanho suíno.

Os planos de contingência previstos pelo governo catarinense foram apresentados pela diretora técnica da Cidasc, Priscila Maciel, que falou sobre medidas de controle, rastreabilidade e registro de doenças. Já os representantes Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) Felipe da Costa Porto, do Serviço de Insumos Pecuários e Saúde Animal, e Marcio Pinto Ferreira, do setor de Saúde Animal, falaram sobre a retirada da vacina nos estados e Planos de Contingência Regional e Nacional de Sanidade para o período pós-vacina.

Na abertura da reunião, o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, salientou a importância do setor para o estado. "Sempre que falamos sobre o desenvolvimento de Santa Catarina, temos que falar do agronegócio. O setor é fundamental para a economia catarinense, emprega, gera impostos. Por isso, a FIESC sempre tem um olhar muito atento ao agronegócio", afirmou. O secretário de estado da Agricultura e Pesca de Santa Catarina, Ricardo de Gouvêa, também participou da reunião, que foi coordenada pela presidente da Câmara, Irani Pamplona Peters.

Veja aqui todas as notícias

Acordo Mercosul - União Europeia abre boas perspectivas para negócios de SC

Indústria e Forças Armadas lançam feira de negócios de Defesa

Engessamento de contas públicas impede retomada da economia

Aurora investe para ampliar produção em Guatambu e Chapecó

» Indústria investe em eficiência energética de olho na autonomia

» Desafios da indústria da construção são debatidos na FIESC

» 'Hoje nós exportamos impostos', diz Aguiar em entrevista à ADI

» Proposta da FIESC quer inserir SC no contexto logístico nacional

» Sinduscon na Escola é referência em Brasília

» Câmara da Agroindústria da FIESC debate sanidade animal

» Equador busca em SC parcerias em educação e tecnologia

» Diálogo Industrial traz debate sobre passivos trabalhistas

Veja aqui - Todas as notícias

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais

FIESC

SENAI

SESI

IEL

Prêmio FIESC de Jornalismo

E-Social





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun