Fiesc

Mesa Redonda: Como Mater e Atrair Associados

Imprimir A+ a-

 

 

Florianópolis, 24.10.2013 - A livre adesão, a gestão democrática e a interação com os associados são alguns dos princípios que precisam ser observados por líderes de sindicatos de indústrias. É o que afirmou o especialista alemão Andreas Dohle, que tem larga experiência no desenvolvimento de associações empresariais e de entidades sindicais. O tema foi abordado na 1ª Mesa Redonda -  "Como Manter e Atrair Associados?" promovida pelo Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA) da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), realizado em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

 

 
(Foto: Fábio Almeida)

 

Segundo Dohle, outros quatro princípios regem a postura de um líder. "Somado a isso, um bom líder precisa garantir a participação econômica dos sócios, ter autonomia, aperfeiçoamento contínuo e valorização da educação, além de cumprir compromissos com a comunidade", detalhou, ao reafirmar a relevância do associativismo defendida pelo 1º Vice-Presidente da FIESC, Mário Cezar de Aguiar, na abertura do encontro.

 

(Foto: Fábio Almeida)

 

Além do debate de lideranças no contexto dos sindicatos de indústrias, os participantes conheceram os cases do Sindicato da Indústria de Produtos de Cimento do Estado do Espírito Santo (Sinprocim), que intensificou as ações no interior para ampliar sua atuação e profissionalizou o atendimento ao associado; e do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Blumenau (SIMMMEB), que também está descentralizando o atendimento ao empresário associado e ampliando o número de parcerias com entidades, o que resultou em 85 novas associações em menos de dois anos. As interações foram mediadas por Márcio Franca, do Programda de Desenvolvimento Associativo da CNI.

 

(Foto: Fábio Almeida)
(Foto: Fábio Almeida) 

  (Foto: Frank Nicodem)

Confira as fotos do Evento:

DADOS DO EVENTO:

 

Objetivo

Estimular a adoção de estratégias bem sucedidas na atração e manutenção de associados, por meio da troca de experiências entre lideranças sindicais de diferentes regiões do País. Espera-se também, com essa ação, iniciar a formação de uma Rede de Lideranças Sindicais Empresariais. 

Público-alvo

50 Presidentes dos Sindicatos.

Carga horária

 2,5 horas

Apresentações:

 

Andreas Dohle - I. D. O. Brasil

Houberdam Pessotti - SINPROCIM

Hans Heinrich - SIMMMEB

 

   Fonte: Elida Hack Ruivo - Assessoria de Imprensa da FIESC

Agenda

Sem eventos - Em breve nossa agenda será atualizada.

Termômetro da Indústria

Nenhum indicador encontrado

   
Carta da Indústria