Fiesc

Móvel Brasil mostra capacidade de reação da indústria do mobiliário

A+ a-
Publicado em: 14/05/2013
Móvel Brasil mostra capacidade de reação da indústria do mobiliário
Côrte ressaltou a aposta do setor em design, inovação e tecnologia (foto: Elmar Meurer/FIESC)

São Bento do Sul, 14.5.2013 - A feira Móvel Brasil, aberta nesta terça-feira (14) em São Bento do Sul, é uma mostra da capacidade de reação do setor do mobiliário de Santa Catarina, especialmente do polo do Planalto Norte. A avaliação foi feita durante a abertura do evento pelo presidente do Sistema FIESC, Glauco José Côrte. "O setor enfrentou dificuldades sérias em função da valorização da moeda brasileira e da concorrência, às vezes, inclusive desleal, com importados da China. Mas investiu em novas tecnologias, processos, design, inovação e criatividade. A Móvel Brasil é referência nacional", afirmou. A feira tem o apoio da FIESC.

O presidente da Federação lembrou da forte concentração das vendas realizadas pelo cluster da região de São Bento no mercado internacional, até meados da década passada, e que agora, após profunda restruturação, 71% da produção é destinada ao mercado interno. Os dados se referem ao último levantamento realizado, em 2011, quando houve expansão de 56% nos negócios nesse mercado em relação ao ano anterior.

Apesar do foco no mercado nacional, Santa Catarina é o terceiro maior exportador de móveis no ranking nacional. Em 2012 o Estado embarcou US$ 202 milhões em móveis, o que corresponde a 19% do total exportado pelo País. Dentro deste segmento destacam-se os móveis de madeira. Os principais mercados compradores são Estados Unidos (US$ 57,4 milhões), Reino Unido (US$ 39,6 milhões), França (US$ 21,7 milhões) e Alemanha (US$ 16,3 milhões).

O segmento mobiliário catarinense emprega 26,6 mil trabalhadores em seus 2.250 estabelecimentos. O setor tem uma participação de 2% na indústria catarinense levando em consideração o valor da transformação industrial. Santa Catarina se destaca nacionalmente na produção de móveis com predominância de madeira. São Bento do Sul e Rio Negrinho são as cidades com a maior concentração de empresas. A região Oeste do Estado é o segundo maior polo.

A Móvel Brasil, iniciativa estratégica para o setor no redirecionamento dos negócios para o mercado interno, tem na edição deste ano 130 expositores. O evento é voltado a produtos de alto padrão de qualidade e sustentabilidade, elaborados por fabricantes confiáveis.


 


Elmar Meurer
Assessoria de Imprensa do Sistema FIESC
(48) 3231-4672 /  (48) 8421-4070
elmarm@fiescnet.com.br



Faça o download dos arquivos

Agenda

Sem eventos - Em breve nossa agenda será atualizada.

Termômetro da Indústria

Nenhum indicador encontrado