Newsletter Semanal do Sistema FIESC  |  nº 223  |  06.07 até 13.07.2011  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
Infraestrutura é fator crítico para desenvolvimento do Oeste


Evento debateu desenvolvimento regional, em Chapecó (Foto: Elmar Meurer)
A falta de infraestrutura é o fator crítico para acelerar o desenvolvimento da região Oeste de Santa Catarina, onde uma eficiente agroindústria tem sua competitividade reduzida por fatores que fogem ao controle das empresas. A avaliação foi feita na noite desta terça-feira pelo presidente do Sistema Federação das Indústrias (FIESC), Alcantaro Corrêa, durante evento que debateu desenvolvimento regional na cidade de Chapecó.

Para comparar, Corrêa lembrou que na semana passada foi inaugurada a maior ponte do mundo, na China, com 42 quilômetros. "E foi feita em quatro anos. Aqui a burocracia faz com que as obras fundamentais à competitividade do setor produtivo se arrastem de forma quase interminável", afirmou, acrescentando que só com mobilização política e cobrando o retorno dos impostos pagos com maior veemência será possível mudar o cenário.

O estudo Sul Competitivo, que será realizado pelas três federações de indústrias do Sul, com apoio da Confederação Nacional da Indústria, poderá ser um divisor de águas para essa mobilização. Conforme Corrêa, o trabalho, que vai mapear toda a infraestrutura dos três estados e elencar as prioridades de investimento com base na redução de custos para a região, dará respaldo técnico para que a sociedade de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul e do Paraná, em conjunto, lute pelos investimentos a que tem direito. "Assim vamos evitar que aconteçam investimentos errados, como o feito no aeroporto de Petrolina, que pretendia ser plataforma de exportação de frutas, mas, que não está sendo usado para isso, apesar de receber os recursos. Teremos dados técnicos para orientar a pressão política e será possível fazer um consistente planejamento de longo prazo", afirmou.

Sobre as denúncias de corrupção no Ministério dos Transportes, o presidente da FIESC disse que são mais uma prova dos problemas de gestão que têm sido denunciados pela Federação ao longo dos últimos anos com estudos que provaram que não procedem as informações divulgadas sobre prazos e andamento de obras. "As denúncias explicam a falta de resposta às criticas e a ausência em debates públicos", disse.

No evento, promovido pela Associação dos Diários do Interior de Santa Catarina (ADI/SC), o vice-presidente estratégico da FIESC e presidente da Coopercentral Aurora, Mário Lanznaster, também defendeu que a prioridade para a agroindústria é a logística, especialmente para que o custo do transporte de insumos como o milho, baixe. "Se você olhar para um frango, é quase uma espiga de milho com asas", brincou, para salientar a importância do insumo para o setor e defender a construção de ferrovias. "O governo precisa olhar mais para o agronegócio, que paga imposto. E muitos imposto", disse. Lanznaster ainda chamou atenção para a necessidade de investimento maior em pessoal para a área sanitária, aspecto fundamental para evitar que o produto brasileiro sofra restrições no exterior.

Também participaram do 1º Ciclo de Debates dos Diários do Interior a arquiteta e urbanista Márcia Regina Sartori Damo, ex-secretária de Políticas Regionais do Ministério da Integração Nacional, e o presidente da Celesc, Antonio Gavazzoni.

Veja aqui todas as notícias

Última semana para se inscrever em cursos de educação do SENAI

TRT/SC diz que mínimo regional não vale em negociação coletiva

SESI/SC ajuda empresa na educação de trabalhadores

Cursos online orientam estudantes sobre o mercado de trabalho

Infraestrutura é fator crítico para desenvolvimento do Oeste

SENAI amplia oferta de materiais de referência certificados

Eficiência no processo de exportação é tema de workshop

Abertas inscrições para festival de música do SESI/SC

30 unidades do SENAI/SC vai oferecer cursos de qualificação

Capacidade instalada da Tractebel cresce 74% em 12 anos

Industriais conhecem ações para elevar a competitividade

Sindicatos de indústria terão capacitação sobre infraestrutura

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun