Newsletter Semanal do Sistema FIESC  |  nº 265  |  16.05 até 23.05.2012  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
Evento reúne cases de aprendizagem industrial em SC


Participaram representantes da Metalúrgica Riosulense, Tupy, Intelbras e do Sindimet Joinville (Foto: Diogo Honorato)

Mais do que atender à necessidade de possuir jovens aprendizes em seu quadro de colaboradores, os Programas  de Aprendizagem Industrial realizados em parceria entre a Metalúrgica Tupy, de Joinville, e o SENAI se tornaram um efetiva ação de desenvolvimento de profissionais qualificados. "Aproveitamos para fazer muito mais do que trazer os jovens só para cumprir cotas. Nós vimos uma maneira de desenvolver esses estudantes de acordo com a nossa necessidade", explica o coordenador de desenvolvimento de pessoas da Tupy, Valcir Consenso. Graças ao alinhamento entre o conteúdo do curso e as demandas da empresa, cerca de 60% dos participantes acabaram sendo efetivados. 

Assim como a Tupy, diversas indústrias de Santa Catarina estão aderindo aos chamados Programas de Aprendizagem Industrial do SENAI/SC, que são formações customizadas que unem educação profissional e a vivência nas empresas. Atualmente, o SENAI/SC já possui 40 desses programas e espera fechar o ano com mais 10. Alguns cases de boas práticas de programas de aprendizagem foram apresentados durante uma mesa-redonda promovida pelo SENAI na semana passada, em Florianópolis. Além da Tupy, participaram representantes da Intelbras (de São José) e Metalúrgica Riosulense (de Rio do Sul) e do Sindicato das Empresas Metalúrgicas e de Material Elétrico de Joinville (Sindimet), além da direção do SENAI/SC e coordenadores de curso.

O SENAI é parceiro da Intelbras desde 2007, quando a empresa iniciou seu Programa de Aprendizagem. Desde então, 171 jovens já participaram do programa. Nele, os alunos têm aulas no SENAI em um período e, no outro, aplicam os conhecimentos na empresa. Para isso, os alunos vão aumentando a frequência com que vão para a empresa à medida que avançam no curso.

"É um papel social de despertar os jovens para o mercado de trabalho. Para muitos serve como primeiro emprego. Na empresa, eles passam por várias áreas e acabam descobrindo suas vocações", conta a Susana Hetterich, analista de Recursos Humanos da Intelbras.  

Na Metalúrgica Riosulense, o programa de aprendizagem tem ajudado a formar jovens com a "cara" da empresa - ou seja, que tiveram formação focada nas práticas da indústria e que passaram por um processo de conhecer a cultura profissional de seu espaço de atuação. Isso porque, além das aulas no SENAI, os jovens passam por formações para desenvolvimento comportamental. "Muitas vezes, temos aprendizes que são efetivados e que já entram mais capacitados e produtivos que colaboradores mais antigos, mas que aprenderam na prática", relatou Alexandre Marcondes, da área de Recurso Humanos da empresa.

Em 2011, o SENAI/SC registrou 9,7 mil matrículas nos cursos gratuitos de aprendizagem industrial, um aumento superior a 300% desde 2007, e pretende continuar ampliando a oferta nessa área. "A aprendizagem industrial é um dos maiores projetos em execução do SENAI de Santa Catarina hoje e  também representa o braço de atuação no entidade na área social", destaca o diretor de Educação e Tecnologia, Antônio José Carradore, que abriu o 4º Encontro de Coordenadores de cursos de Aprendizagem Industrial do SENAI/SC, iniciado em Florianópolis na terça, 8. O evento serviu para discutir formas de alinhar a oferta de cursos às demandas regionais das empresas e mostrar as vantagens de inserir esses jovens no contexto das indústrias.

Para estimular integração com empresas, o SENAI/SC tem criado programas de aprendizagem industrial, que são específicos para empresas ou sindicatos. Os programas unem as aulas na instituição com um período de vivência dos jovens dentro das indústrias, totalizando de 1600 horas. A intenção é fechar o ano de 2012 com 50 programas de aprendizagem distribuídos por todo o Estado.

Veja aqui todas as notícias

Empresários de SC encerram missão à feira internacional

SESI apresenta projeto para ampliar complexo esportivo de Blumenau

FIESC defende fortalecimento da Agesc

Exportação de Santa Catarina acumula alta de 8% até abril

Parceria beneficia indústrias de SC

Têxteis buscam a certificação ambiental voluntária

Deputado Ronaldo Benedet recebe agenda do setor têxtil

Vendas da indústria catarinense têm alta de 13% no trimestre

Empresários debatem sobre retenção de pessoas

Evento reúne cases de aprendizagem industrial em SC

Missão empresarial à Turquia tem inscrições abertas

Mostra na Alesc apresenta a estrutura do Sistema FIESC no Estado

FIESC promove encontro de negócios entre Santa Catarina e Itália

Brasil Foods inaugura restaurante in company do SESI

Espanhóis conhecem modelo de associativismo do setor de TI

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun