Newsletter Semanal do Sistema FIESC  |  nº 298  |  23.01 até 30.01.2013  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
Vendas industriais de SC apresentam estabilidade


Linha branca influenciou positivamente vendas da indústria em 2012
As vendas da indústria catarinense ficaram estáveis no mês de novembro na comparação com outubro, mostra a pesquisa Indicadores Industriais, divulgada pela Federação das Indústrias (FIESC) e pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) na quinta (17). Em relação ao mesmo mês de 2011, houve alta de 3,3%. Os melhores desempenhos foram dos segmentos de máquinas e equipamentos (no qual se incluem produtos da linha branca) e de alimentos. Tiveram maior redução nas vendas os produtos de metal e veículos automotores.

"Os dados confirmam as dificuldades enfrentadas pelo setor industrial em 2012, em decorrência dos altos custos de produção, que prejudicam a sua competitividade", avalia o presidente do Sistema FIESC, Glauco José Côrte. A utilização da capacidade instalada em novembro também manteve-se estável, em 83,5%, ou 0,1 ponto porcentual acima da registrada em outubro. Já a quantidade de horas trabalhadas no setor produtivo registrou queda (-4,2%), em função de feriados, menor número de horas-extras e redução de pessoal em diversas indústrias. A massa salarial, por outro lado, apresentou aumento de 4,4% em relação a outubro, puxado pelos pagamentos da primeira parcela do 13º salário.

Na avaliação da CNI, os dados confirmam a lenta recuperação da atividade industrial. "A trajetória de recuperação moderada deve se manter nos primeiros meses deste ano", avalia o gerente executivo da Unidade de Política Econômica da entidade, Flávio Castelo Branco. Segundo ele, a retomada da atividade deve se intensificar ao longo do ano com a recomposição dos estoques no comércio e os efeitos das medidas de estímulo ao crescimento, como a desoneração da folha de salários, a redução da tarifa de energia e os investimentos em infraestrutura. "Essas medidas criam um quadro favorável aos investimentos na produção", diz Castelo Branco.

Em Santa Catarina, nos dados acumulados entre janeiro e novembro de 2012, as vendas industriais registram alta de 8,2% e acréscimo de 0,4 ponto porcentual na utilização da capacidade produtiva (83%). Apesar da tendência de maior faturamento, a indústria também enfrentou mais gastos com a folha de pagamento, com alta de 1,3% na massa salarial real. O número de horas trabalhadas apresentou queda de 0,9%.

A pesquisa Indicadores Industriais é realizada a partir de dados informados mensalmente por 200 indústrias catarinenses.

Veja aqui todas as notícias

SENAI oferece 8,4 mil vagas em cursos técnicos gratuitos

Mínimo regional irá à Assembleia em regime de urgência

Vendas industriais de SC apresentam estabilidade

Haitianos buscam espaço no mercado de trabalho catarinense

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun