Newsletter Semanal do Sistema FIESC  |  nº 161  |  28.04.10 a 05.05.10  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
Competência é cada vez mais importante no mercado de trabalho
De balconista de loja a estilista e empresária. Aos 27 anos, Cazuza Pereira, de Criciúma já tem uma trajetória de sucesso profissional. Ela credita esse desempenho à disposição de aprender e inovar, ao comprometimento e à proatividade. "No mundo de hoje o profissional não pode se acomodar", salienta.

Um de seus primeiros empregos foi o de balconista de loja de confecção e calçados. Cazuza tinha 17 anos, pouca experiência, pouco conhecimento, mas muita desejo de aprender. E resolveu fazer o Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda. Já na terceira fase, ela se tornou auxiliar de estilista em outra empresa, função na qual permaneceu por dois anos. Depois foi fazer o estágio obrigatório em outra empresa e acabou contratada como estilista. Ficou por três anos e meio na empresa, de onde saiu para abrir sua própria indústria em Sombrio, em sociedade com um primo. Ela cria as coleções para sua empresa e para outra indústria de confecção da mesma cidade.

Hoje no outro lado do balcão de emprego, a empresária tem uma visão completa do que espera dos candidatos a emprego e dos que ela contrata. "Eu valorizo a vontade de aprender, de se tornar bons profissionais, de desejar ser melhores naquilo que fazem; considero isso mais importante até mesmo que a experiência", afirma.

"A competência comportamental é cada vez mais importante no mercado de trabalho", salienta a consultora na área de gestão de pessoas do SENAI em Santa Catarina, Eliana de Matos Rosenhain. Segundo ela, a disposição para aprender e a flexibilidade para as mudanças são fatores fundamentais para o sucesso profissional.

"O mercado espera, proatividade, interesse, a busca; o profissional precisa se adaptar, se ajustar a esse novo ambiente, precisa aprender a trabalhar em equipe, o que implica em respeitar as ideias dos colegas e ter a capacidade de expor seus argumentos", afirma. Eliana ressalta que hoje essa capacidade de trabalho em equipe, por exemplo, é ainda mais desafiadora, pois as empresas atuam em rede e é comum que os grupos estejam a distância.

Eliana observa que os profissionais de maior sucesso são os que conseguem o equilíbrio entre o conhecimento, habilidades e atitudes. "No passado recente se dizia que as pessoas conquistavam empregos pela competência técnica e os mantinham ou os perdiam por causa do comportamento; hoje não, as empresas já tentam identificar o aspecto comportamental na hora de contratar".

Mas este profissional existe no mercado? A consultora do SENAI salienta que cada pessoa precisa se ajustar à cultura e aos valores de cada empresa. "Ele tem que ter disposição para atualização, reciclagem, olhar para os lados, estar atento ao que as empresas e o mercado estejam pedindo". E isso, segundo Eliana, vale para pessoas de todos os níveis na hierarquia das empresas.

Eliana salienta que a adoção de um comportamento adequado ajuda as pessoas ao crescimento profissional. "Não existe apenas a promoção de cargo, mas também o crescimento horizontal, no qual a pessoa continua no mesmo cargo, mas sendo o melhor naquela função", explica.

Osmar João Silvano, 20 anos, está passando por um momento de crescimento profissional. Depois de ter conquistado a medalha de ouro na Olimpíada do Conhecimento, em âmbito nacional, ele foi efetivado como programador de Comandos Numéricos Computadorizados (CNC) na indústria em que atua, na cidade de Joinville. "O importante é ser parceiros, ter a cabeça aberta, aprender com os mais velhos, contribuir com os colegas", recomenda. Silvano agora se prepara para as provas seletivas para o WorldSkills, que disputará com o medalhista de prata do evento nacional, e para o torneio internacional. Mas planeja, para depois desse ciclo, fazer uma faculdade e lecionar. "A gente não pode parar", salienta.

Veja aqui todas as notícias

FIESC define industriais que receberão a Ordem do Mérito

Senai inaugura em Blumenau escola de Construção Civil

FIESC abre inscrições para missões à Turquia e Angola

SESI inicia campanha de saúde e segurança no trabalho

Encontro debate perspectivas para o setor de agronegócio

Competência é cada vez mais importante no mercado de trabalho

660 vagas de estágio são oferecidas pelo IEL/SC em todo estado

Seminário mostra oportunidades de negócios entre SC e Angola

Gomes da Costa Alimentos qualifica trabalhadores no SESI/SC

Estudantes do SENAI participam de aula de videoconferência

IEL/SC participa da maior feira estudantil da região sul

SENAI oferece cursos da Academia Cisco em Tubarão

Wetzel vence SESI Pesca 2010

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun