Newsletter Semanal do Sistema FIESC  |  nº 171  |  07.07 até 14.07.2010  |  FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA
Seminário na FIESC mostra oportunidades no mercado chinês

As oportunidades de negócios entre Brasil e China serão tema de encontro promovido pela Federação das Indústrias (FIESC), no dia 15 de julho, às 13h30, em Florianópolis. No evento em que será lançada a missão brasileira ao país asiático, representantes da China Trade Center, empresa autorizada pelo Ministério de Comércio da China para fomentar o intercâmbio comercial com o Brasil, vão falar aos empresários sobre como fazer negócios com a China.

Um estudo da Agência Brasileira de Promoção das Exportações (Apex/Brasil) mostra que o mercado chinês apresenta oportunidades para a comercialização de diversos produtos brasileiros. Entre os destaques estão os setores de alimentos e bebidas (carne de aves, chocolates, balas e confeitos, farinhas para animais, frutas, massas alimentícias e sucos), máquinas e equipamentos; tecnologia e saúde (instrumentos de precisão e produtos químicos), casa e construção civil (madeiras e cortiças e tintas), além de cosméticos e produtos de higiene pessoal.

Segundo o levantamento, as oportunidades no setor de alimentos se devem ao aumento do poder aquisitivo dos chineses e ao crescimento dos restaurantes e cafés no país. No caso do segmento máquinas e equipamentos, o estudo mostra que a China é o país que mais consome máquinas e ferramentas, alcançando 40 mil unidades por ano, devido às demandas de setores como o automobilístico, aviação, naval e engenharia.

Ainda de acordo com o levantamento, o país asiático possui empresas competitivas no ramo de máquinas com nível tecnológico intermediário, entretanto, ainda há déficit na área de mecânica de precisão. Na área de tecnologia e saúde, há oportunidades para vendas de medicamentos e equipamentos para hospitais. No setor de instrumentos de precisão, a China importa lentes para óculos, prismas, espelhos e equipamentos dentários.

O setor da construção civil é considerado um dos mais promissores e o que mais cresce na China, influenciado pelo êxodo rural pelo qual o país vem passando e pela política de financiamento habitacional chinesa. Esse segmento também tem movimentado outros segmentos como o de eletrodomésticos, móveis e equipamentos de jardinagem.

Segundo o levantamento, as empresas brasileiras que queiram exportar devem ficar atentas as diferenças regionais que existem na China, o que exige estratégias diferenciadas para cada mercado. As cidades com maior consumo são Pequim, Xangai, Guangzhou, Tianjin, Wuhan e Chonqing. As regiões Golfo de Bohai (corredor Pequim - Tianjin), Delta do Yangzé (Xangai, Nanjing e Hangzhou) e Delta do Rio Pérola (Guangdong e Fujian) são mais desenvolvidas e também as mais receptivas a produtos estrangeiros.

Ainda de acordo com o estudo, a abertura do mercado chinês evoluiu muito a partir da entrada do país na Organização Mundial do Comércio (OMC). Para os próximos dez anos, há grande expectativa quanto à expansão do consumo, que será puxada pelo crescimento dos salários, aumento dos lucros e ampliação dos investimentos governamentais no campo. Dados da Apex mostram que a indústria representa 47% do Produto Interno Bruto da China, a agricultura participa com 11,9% e o setor de serviços é responsável por 41,1% do PIB chinês.

Missão empresarial: A FIESC vai organizar a missão empresarial brasileira à China, que ocorrerá em outubro. A delegação vai participar da tradicional Feira de Cantão, evento multissetorial realizado em Guangzhou, pólo industrial localizado ao Sul do país asiático. Segundo dados da organização da feira, a edição de outubro de 2009 reuniu 22,3 mil expositores, que apresentaram cerca de 150 mil tipos de produtos. Durante a missão, o grupo também participará da Expo Xangai 2010, feira de tecnologia e soluções em desenvolvimento urbano sustentável, realizada em Xangai.

As inscrições para o seminário são gratuitas e devem ser feitas no site www.fiescnet.com.br/cin . Mais informações pelo telefone (48) 3231-4669.

Veja aqui todas as notícias

FIESC entrega agenda Desenvolvimento SC a candidatos ao governo

SENAI vai oferecer mais de 10 mil horas de qualificação em julho

SESI/SC recebe prêmio da ADVB/SC nesta quinta-feira em Criciúma

Seminário na FIESC mostra oportunidades no mercado chinês

SENAI já recebe inscrições para o Prêmio CNI FIESC 2010

Catarinenses participam do encontro Baviera-Brasil 2010

Trabalhadores de Jaraguá do Sul aprendem libras

Consultoria leva tecnologia de produção mais limpa ao Paraguai

Empresa libera trabalhadores para participar de cursos

Facebook Twitter Linkedin Flickr

Observatório

Indústria e competitividade

Guia da Indústria FIESC

Saiba mais





Federação das Indústria do Estado de Santa Catarina

Departamento Regional - Fone 48 3231 4100

Rod. Admar Gonzaga 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001

Gerência de Comunicação

Institucional:Elmar Meurer

Edição:Filipe Scotti e Dâmi Radin

Reportagem:Dâmi Radin, Elida Ruivo, Ivonei
Fazzioni e Gabrielle Bittelbrun