Fiesc

Exportações catarinenses recuam 13% em maio

A+ a-
Publicado em: 11/06/2014
Exportações catarinenses recuam 13% em maio
Entre os dez principais produtos da pauta de exportações do Estado, os maiores recuos foram registrados no fumo e na soja. Foto: Markito

Florianópolis, 11.6.2014 - As exportações catarinenses recuaram 12,8% em maio, na comparação com o mesmo mês do ano passado, para US$ 854,2 milhões. Entre os dez principais produtos da pauta de exportações do Estado, os maiores recuos foram registrados no fumo, que embarcou 62,8% a menos, e na soja, que teve vendas externas 24,9% menores. Os dados integram levantamento divulgado pela Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), divulgado nesta quarta-feira (11).

No ano, no entanto, o desempenho das exportações segue positivo em 1,8%, somando US$ 3,666 bilhões. Os destaques ficam com a soja (56,7%), a madeira (45,3%) e a carne suína (31%). O fumo (-39,4%) e o frango (-8,2%) impediram uma elevação maior no total exportado.

Entre os principais destinos dos produtos embarcados no Estado, a China registra em 2014 alta de 29,6%, para US$ 445,5 milhões, tendo como principais produtos a soja e a carne de frango. O país asiático se aproxima ainda mais do líder Estados Unidos, com comprou US$ 484,1 milhões até maio, 21,48% a mais do que no mesmo período de 2013, com destaque para blocos de cilindros e motores elétricos.

As importações que chegam aos portos catarinenses tiveram alta de 8,5% em maio, na comparação com maio de 2013, para US$ 1,357 bilhão. No ano, acumulam alta de 14,5% no ano, atingindo US$ 6,628 bilhões. Assim, a balança comercial do Estado em 2014 está negativa em US$ 2,962 bilhões até maio.

Baixe o relatório completo da balança comercial.

 

 


Fábio Almeida
Assessoria de Imprensa da FIESC
48 3231-4674 | 48 9981-4642
fabio.almeida@fiescnet.com.br



Faça o download dos arquivos

Agenda

Sem eventos - Em breve nossa agenda será atualizada.

Termômetro da Indústria

Nenhum indicador encontrado